Geral

Coordenador da Funai é liberado após negociação com índios

Edson Fagundes, coordenador regional da Funai/MS (Fundação Nacional do Índio), e Ricardo Araújo, chefe de Meio Ambiente da Fundação, foram liberados no início desta noite da Aldeia Buriti, em Sidrolândia, após permanecerem como reféns dos indígenas desde ontem. A negociação foi conduzida por agentes da Polícia Federal, que seguiram no final desta tarde em comboio […]

Arquivo Publicado em 10/05/2011, às 22h58

None

Edson Fagundes, coordenador regional da Funai/MS (Fundação Nacional do Índio), e Ricardo Araújo, chefe de Meio Ambiente da Fundação, foram liberados no início desta noite da Aldeia Buriti, em Sidrolândia, após permanecerem como reféns dos indígenas desde ontem. A negociação foi conduzida por agentes da Polícia Federal, que seguiram no final desta tarde em comboio para a cidade.


Segundo a assessoria de comunicação da PF, correu tudo bem durante a negociação e Ricardo e Edson chegaram há cerca de 20 minutos na Superintendência da polícia.


De acordo com a Funai, o coordenador foi para a aldeia nesta segunda-feira. Hoje, o órgão teve um contato com ele por telefone pela manhã, porém não recebeu mais informações sobre como ele estaria. Segundo informações da Funai, Edson foi até a aldeia para tratar de nomeações no órgão que não teriam agrados os índios terena, da aldeia Buriti.

Jornal Midiamax