Geral

Conversas sobre superfusão entre PSD, DEM, PSDB estão longe ainda, diz Mandetta

O deputado federal, Luiz Henrique Mandetta (DEM), disse que a superfusão entre o PSDB, DEM e PPS alardeada pelo postulante a presidência em 2014 não esta nem em discussão. “Em 2012 cada partido caminhará em sua ótica política. Depois dos resultados das eleições de 2012 que veremos o que vamos fazer”, explica o parlamentar. Mandeta […]

Arquivo Publicado em 16/05/2011, às 11h04

None
379050123.jpg

O deputado federal, Luiz Henrique Mandetta (DEM), disse que a superfusão entre o PSDB, DEM e PPS alardeada pelo postulante a presidência em 2014 não esta nem em discussão. “Em 2012 cada partido caminhará em sua ótica política. Depois dos resultados das eleições de 2012 que veremos o que vamos fazer”, explica o parlamentar.


Mandeta explica que será complicada essa superfusão, pois cada partido tem tempo de televisão e vai ser difícil organizar.


O senador Aécio Neves (PSDB-MG) planeja criar um novo partido para a disputa às eleições de 2014. O fruto da fusão de PSDB, DEM e PPS, a sigla seria anunciada em 2013, depois das eleições municipais do ano que vem, e poderia atrair até mesmo integrantes do PSD –recém-lançado pelo prefeito Gilberto Kassab (SP).


Apesar da disposição de manter por ora seus projetos sob sigilo, Aécio acabou por confidenciá-los a interlocutores nas últimas semanas, quando trabalhou para conter a migração de integrantes da oposição ao PSD. Disposto a segurar parlamentares do PSDB e do DEM, Aécio pediu que não tomassem suas decisões “de olho no retrovisor”. Seu argumento é o de que a saúde da oposição não deve ser avaliada à luz das eleições do ano passado, quando foi derrotada, mas sob a perspectiva de uma vitória em 2014.

Jornal Midiamax