Geral

Conselho prossegue visita às casas de longa permanência de idosos

Os membros da Comissão de Inspeção, Fiscalização e Avaliação do Conselho Municipal do Idoso (CMI) continuam o trabalho de vistoria nas instituições de longa permanência para idosos da Capital, que começou na última sexta-feira (21/01). As visitas são no período vespertino, a partir das 13h30min, e buscam averiguar a existência de alguma irregularidade nesses locais, […]

Arquivo Publicado em 26/01/2011, às 13h19

None

Os membros da Comissão de Inspeção, Fiscalização e Avaliação do Conselho Municipal do Idoso (CMI) continuam o trabalho de vistoria nas instituições de longa permanência para idosos da Capital, que começou na última sexta-feira (21/01). As visitas são no período vespertino, a partir das 13h30min, e buscam averiguar a existência de alguma irregularidade nesses locais, que inclui a documentação necessária para o funcionamento das casas para idosos. (tais como os alvarás de bombeiro, sanitário e de localização).

“Nossa intenção é que o idoso seja bem atendido e a casa não apresente problemas quanto à documentação, ao serviço oferecido e ao quadro adequado de funcionários”, esclarece Silvana Pereira, conselheira do CMI. De sexta-feira até ontem, três instituições foram visitadas pelo Conselho.

As irregularidades encontradas são comunicadas pelo Conselho à Promotoria do Idoso. Atualmente, estão registradas no CMI quinze instituições de longa permanência para idosos. Qualquer denúncia sobre maus tratados nesses locais pode ser feita no telefone 3314-5189 (Conselho Municipal do Idoso, localizado na rua Hélio Castro Maia, 279, Jardim Paulista).

Jornal Midiamax