Geral

Conselho de Arquitetura e Urbanismo elege pela primeira vez os conselheiros para MS

As eleições começam a meia noite do dia 26 de outubro, pela internet

Arquivo Publicado em 22/10/2011, às 14h47

None
2031406048.jpg

As eleições começam a meia noite do dia 26 de outubro, pela internet

Arquitetos de Mato Grosso do Sul se mobilizam para as eleições do CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), que será na próxima quarta-feira (26). A autarquia, criada pela Lei 12.378/10, pelo então presidente Lula, é uma antiga luta da categoria.


Para marcar o encerramento da campanha eleitoral, a Chapa 2 reuniu seus membros neste sábado (22), no Bar do Zé, na rua Barão do Rio Branco.


Segundo o arquiteto Angelo Arruda, o objetivo desta reunião é fechar a campanha e se aproximar do povo. “CAU vai fiscalizar o bom desempenho do arquiteto em favor da sociedade”.


Arruda lembrou que a criação do conselho é uma luta de mais de 50 anos, pois antes da lei sancionada por Lula, os profissionais de arquitetura pertenciam à mesma entidade que os engenheiros. “Há muitos anos estamos nos organizando para ter um conselho próprio”.


Para o arquiteto, no ponto de vista político, a criação do Conselho de Arquitetura e Urbanismo pode ser considerada uma alforria.


Projeto


Angelo Arruda destacou que o CAU oferecerá serviços gratuitos à população de baixa renda. “É um direto das pessoas que tenham um projeto, com assistência técnica.


Para o coordenador da Chapa 2, o arquiteto Osvaldo Abrão de Souza, esta foi uma campanha atípica. “Tínhamos um público específico, com canais direto e com condições muito boa”, avaliou.


Osvaldo Abrão acredita que é a oportunidade de comunicar à sociedade que tem uma nova instância para que a sociedade possa recorrer. “Vamos ajudar a recorrer os problemas das cidades”.


O arquiteto ressaltou que o CAU será um novo canal. “Os poderes públicos assumem as cidades como se fosse o quintal da casa e o CAU mediará as relações entre as demandas da sociedade”.


Eleição


Os arquitetos também vão eleger na quarta-feira (26) os representantes de Mato Grosso do Sul para o Conselho Federal.


As indicações dos profissionais da Chapa 2, para o Conselho Federal, são os arquitetos Celso Costa e Reginaldo Bacha.


No Estado, a eleição é proporcional. Assim, quanto maior o percentual de votos, maior o número de conselheiros de uma chapa.


O objetivo da Chapa 2 é fazer aproximadamente 70% dos votos válidos e ter 7 conselheiros no CAU.

Jornal Midiamax