Geral

Conhecidos já aguardam corpo de segurança morto por lutador de jiu-jitsu

Conhecidos e amigos do segurança Jéferson Bruno Gomes Escobar (23), que foi assassinado nesta madrugada de sexta-feira (19) em uma casa noturna de Campo Grande, durante uma briga com Christiano Luna Almeida (23), já estão na frente da funerária Universo, onde acontecerá o velório. Está prevista para as 18 horas a chegada do corpo ao […]

Arquivo Publicado em 19/03/2011, às 19h21

None

Conhecidos e amigos do segurança Jéferson Bruno Gomes Escobar (23), que foi assassinado nesta madrugada de sexta-feira (19) em uma casa noturna de Campo Grande, durante uma briga com Christiano Luna Almeida (23), já estão na frente da funerária Universo, onde acontecerá o velório.


Está prevista para as 18 horas a chegada do corpo ao local, no centro da cidade. O sepultamento será amanhã às 9 horas, no Cemitério Santo Amaro.


Mario Antonio Oliveira, que disse conhecer Jéferson desde criança, contou que a família está arrasada com as circunstâncias da morte. Ele foi vizinho do rapaz na região do bairro Bonanza, e disse que o jovem estava feliz porque havia comprado o primeiro automóvel há poucos dias.


“Sempre foi trabalhador e nunca arrumou problema com ninguém”, disse Mário sobre o segurança, que foi morto com um golpe aplicado por Christiano após um desentendimento na casa noturna, que fica na avenida Afonso Pena.


Renan Linhares, que tem a mesma idade de Christiano, disse que conhecia o rapaz há dez anos. “Sempre encontrava com ele na igreja, onde ele tocava violão. Ele sempre foi calmo e nunca havia brigado, nem mesmo trabalhando como segurança há uns dois anos”, relatou.


O agressor Christiano Luna Almeida, que foi preso após fugir do local, já apresentou um advogado e alegou ‘legítima defesa’ para explicar o golpe mortal aplicado no segurança. Almeida, segundo testemunhas, luta jiu-jitsu, uma arte marcial.

Jornal Midiamax