Geral

Congresso Nacional adia votação de representantes do Parlasul

O Congresso Nacional adiou a votação do projeto de lei sobre a representação brasileira no Parlamento do Mercosul (Parlasul), sua composição, organização e competência. O projeto chegou a ser aprovado pelos deputados, mas como não houve quórum para deliberação no Senado, a votação na Câmara será feita em uma nova sessão. O texto aprovado pelos […]

Arquivo Publicado em 04/05/2011, às 01h09

None

O Congresso Nacional adiou a votação do projeto de lei sobre a representação brasileira no Parlamento do Mercosul (Parlasul), sua composição, organização e competência. O projeto chegou a ser aprovado pelos deputados, mas como não houve quórum para deliberação no Senado, a votação na Câmara será feita em uma nova sessão.


O texto aprovado pelos deputados estabelece que a composição da representação brasileira será de 37 parlamentares, sendo 27 deputados e dez senadores com mandato até 7 de outubro de 2012.


O projeto de resolução aumenta a representação brasileira no Parlasul, de 17 para 37 membros. O Brasil está sem representação no Parlamento do Mercosul desde janeiro, quando venceu a resolução que indicava antigos membros para o órgão. Com a ausência da representação brasileira, o Parlamento não está funcionando.


O Parlasul é formado por parlamentares do Brasil, Uruguai, Paraguai e da Argentina. Pelo texto da resolução, os parlamentares não receberão salários, mas terão direito a diárias e passagens pagas pela Câmara e pelo Senado quando participarem das reuniões em Montevidéu (Uruguai), sede do Parlamento.

Jornal Midiamax