Geral

Conca volta a jogar bem, Rafael Moura faz dois e Flu bate América

Não era a Libertadores, a competição prioritária, nem o América exato, o do México, adversário do duelo decisivo no dia 23 de março. Mas o Fluminense soube driblar o América carioca na noite desta quarta-feira, no Engenhão. Venceu por 3 a 1 e chegou ao segundo triunfo em dois jogos na Taça Rio. Os pouco […]

Arquivo Publicado em 09/03/2011, às 23h49

None

Não era a Libertadores, a competição prioritária, nem o América exato, o do México, adversário do duelo decisivo no dia 23 de março. Mas o Fluminense soube driblar o América carioca na noite desta quarta-feira, no Engenhão. Venceu por 3 a 1 e chegou ao segundo triunfo em dois jogos na Taça Rio.


Os pouco mais de 3 mil tricolores que pagaram ingressos tiveram boas notícias. A melhor delas a atuação convincente de Conca. O jogador operou o joelho esquerdo no início do ano e desde que retornou teve desempenho insatisfatório. Contra o Resende, foi poupado e não ficou nem sequer no banco. Desta vez foi diferente. Ele abriu o placar e deu bela assistência para um dos dois gols de Rafael Moura. O He-Man chegou a sete desde que retornou ao clube no início deste ano e está a um de Fred na artilharia do Tricolor no ano. Para manter o embalo – e a liderança do Grupo B ao lado do Botafogo – o time tem pela frente o rival Flamengo, campeão da Taça Guanabara, no próximo domingo.


Por outro lado, depois de um primeiro turno para ser esquecido, com direito a goleada por 9 a 0 para o Vasco e apenas uma vitória em sete jogos, o América mostrou evolução após a profunda reformulação na virada de turno. O time teve bons momentos no primeiro tempo e se mantém com três pontos no Grupo A.

Jornal Midiamax