Geral

China rejeita doações ao dissidente Ai Weiwei

O fisco chinês se nega a aceitar os fundos doados por simpatizantes a Ai Weiwei, anunciou nesta segunda-feira (14) o advogado do artista dissidente, do qual o governo cobra o pagamento de uma grande quantia até terça-feira. Ai Weiwei anunciou na sexta-feira que usaria os recursos doados por simpatizantes para apelar contra os 15 milhões […]

Arquivo Publicado em 14/11/2011, às 12h39

None

O fisco chinês se nega a aceitar os fundos doados por simpatizantes a Ai Weiwei, anunciou nesta segunda-feira (14) o advogado do artista dissidente, do qual o governo cobra o pagamento de uma grande quantia até terça-feira.


Ai Weiwei anunciou na sexta-feira que usaria os recursos doados por simpatizantes para apelar contra os 15 milhões de yuanes (1,7 milhão de euros) cobrados pelo governo, oficialmente por evasão fiscal.


O advogado Pu Zhiqiang explicou que Ai tem que pagar uma fiança de oito milhões de yuanes para tentar pedir uma revisão da medida, como estipula a legislação chinesa.


Mas segundo o advogado, a justiça chinesa mudou de parecer e agora rejeita o pagamento da fiança.


Ai Weiwei nega ser culpado de evasão fiscal e se considera vítima do regime comunista. Até quinta-feira da semana passada, havia arrecadado 6,7 milhões de yuanes (752.000 euros) com outros artistas, dissidentes e pessoas anônimas.

Jornal Midiamax