O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, está em Havana, em Cuba, para a segunda etapa do tratamento quimioterápico para combater um câncer. Chávez disse que após o tratamento ele será uma outra pessoa e que a doença tem provocado reflexões. Segundo ele, a doença e o posterior tratamento lhe provocou mudanças. “Nasceu um novo Chávez”, disse o presidente, que tem mantido a cabeça raspada.

De acordo com Chávez, a segunda etapa do tratamento de quimioterapia tem o objetivo de eliminar o aparecimento de células malignas. “Nasce um novo Chávez desta situação que estou passado”, completou o venezuelano. “Não estou destruído nem fragilizado.”

As autoridades cubana informaram que Chávez reage de forma positiva ao tratamento, apresentando progressos na reabilitação e no processo, após a operação feita há cerca de um mês para a retirada de um tumor na área pélvica. Não há mais detalhes sobre o estado de saúde do presidente venezuelano.

Durante o período que estiver em Cuba, o governo da Venezuela estará sob comando do vice-presidente Elias Jaua e do ministro das Finanças, Jorge Giordani. Segundo assessores, Jaua e Giordani estarão autorizados a aprovar decretos e conceder fundos.

Antes da viagem de Chávez para Havana, manifestantes saíram às ruas de Caracas, capital venezuelana, com faixas e cartazes em apoio ao presidente. Nas faixas e cartazes, havia frases de solidariedade e apoio a Chávez. O presidente agradeceu a solidariedade.