Geral

CCJ do Senado aprova criação de cargos em comissão no Ministério do Esporte

Sob protesto da oposição, a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou hoje (30) o projeto de lei de autoria do Executivo que autoriza a criação, no âmbito do Ministério do Esporte, de 24 cargos em comissão no grupo DAS (Direção e Assessoramento Superiores), sendo dois DAS-5, três DAS-4, sete DAS-3 e doze […]

Arquivo Publicado em 30/11/2011, às 18h17

None

Sob protesto da oposição, a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou hoje (30) o projeto de lei de autoria do Executivo que autoriza a criação, no âmbito do Ministério do Esporte, de 24 cargos em comissão no grupo DAS (Direção e Assessoramento Superiores), sendo dois DAS-5, três DAS-4, sete DAS-3 e doze DAS-2.


Pela justificativa do projeto, os cargos servirão para compor uma estrutura específica para tratar de futebol e da defesa dos direitos do torcedor. Segundo o governo, os cargos serão “de fundamental importância para a realização de eventos como a Copa do Mundo de Futebol 2014”.


“[Isso] é necessário para melhorar a estrutura do Ministério do Esporte. O ministro Aldo Rebelo assumiu agora, está estruturando a área de futebol e fizemos isso”, disse o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR).


Já os senadores da oposição criticaram a proposta com o argumento de que criação de cargos contraria a política de corte de gastos. “São 24 mil cargos comissionados e o governo ainda quer mais em uma área em que o ministro acabou de mandar um monte de gente embora”, ironizou o líder do DEM, senador Demóstenes Torres (GO). “É uma desfaçatez o governo criar mais cargos. Só pode ser para pendurar a companheirada”, acrescentou.


O texto aprovado hoje na CCJ ainda terá que ser votado pelo plenário da Casa.

Jornal Midiamax