Geral

Caso Rogerinho: Mãe e tio de criança testemunham em julgamento

A mãe, uma testemunha e o tio de Rogerinho já prestaram depoimento no julgamento do jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 62, autor de disparos que atingiu e matou o menino Rogério Mendonça, de 2 anos no dia 18 de novembro de 2009 em Campo Grande por volta de 12h. Ana Rita Dias, que estava em frente […]

Arquivo Publicado em 29/11/2011, às 13h03

None

A mãe, uma testemunha e o tio de Rogerinho já prestaram depoimento no julgamento do jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 62, autor de disparos que atingiu e matou o menino Rogério Mendonça, de 2 anos no dia 18 de novembro de 2009 em Campo Grande por volta de 12h.

Ana Rita Dias, que estava em frente a uma escola próximo aos fatos, disse que viu a caminhonete L-200 onde estava Rogerinho e o Fox guiado pelo jornalista. Os dois carros estavam parados no sinal quando a testemunhas escutou os disparos.

Em depoimento, Aldemir Pedra Neto, 24, tio da criança falou que avisou o jornalista que dois sobrinhos estavam no carro. Aldemir também contou que foi Agnaldo quem pediu para que estacionassem os carros.

Momento em que começaram a discutir, e que o jornalista teria dito que era influente. Aldemir realçou que não fez nenhuma agressão contra Agnaldo.

Ariana Pedra, mãe do menino também testemunhou e falou sobre a dor de ter perdido o filho.

Jornal Midiamax