Geral

Caso Rogerinho: Advogado de acusação fala sobre caráter de jornalista

O advogado Ricardo Trad que também faz a acusação contra o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 62, que matou com um tiro o menino Rogerinho o Rogério Mendonça, de 2 anos no dia 18 de novembro de 2009 em Campo Grande, diz que a conduta comportamental do acusado é duvidosa. Ele citou como exemplo, o fato […]

Arquivo Publicado em 29/11/2011, às 15h07

None

O advogado Ricardo Trad que também faz a acusação contra o jornalista Agnaldo Ferreira Gonçalves, 62, que matou com um tiro o menino Rogerinho o Rogério Mendonça, de 2 anos no dia 18 de novembro de 2009 em Campo Grande, diz que a conduta comportamental do acusado é duvidosa.

Ele citou como exemplo, o fato de Agnaldo ter batido em um carro que estava na frente, para emparelhar o carro e atirar contra a caminhonete em que estava Rogerinho.

Outro ponto, segundo o advogado, é a de que várias testemunhas disseram que mesmo com o vidro fumê, dava para ver as crianças dentro da caminhonete.

Trad falou de um caso de discussão envolvendo o jornalista em um banco de Campo Grande, duas semanas antes do crime. Na ocasião, Agnaldo teria discutido no banco e falado que contrataria ‘jagunços’ para matar uma funcionária.

Jornal Midiamax