Geral

Caso haja cobrança de ingresso, verba federal para Expoverde não deve ser liberada

O Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso do Sul  recomendou hoje(16) ao Ministério do Turismo (MTur) que não libere as verbas destinadas à realização da 37ª. Expoverde, em Rio Verde de Mato Grosso (MS), caso os organizadores do evento cobrem ingressos da população. A medida se baseia em denúncia feita pela Promotoria de Justiça […]

Arquivo Publicado em 17/06/2011, às 12h14

None

O Ministério Público Federal (MPF) em Mato Grosso do Sul  recomendou hoje(16) ao Ministério do Turismo (MTur) que não libere as verbas destinadas à realização da 37ª. Expoverde, em Rio Verde de Mato Grosso (MS), caso os organizadores do evento cobrem ingressos da população.


A medida se baseia em denúncia feita pela Promotoria de Justiça da Comarca de Rio Negro (MS), que relatou a cobrança das entradas. Segundo a recomendação, eventos que contêm recursos públicos federais para sua realização devem ser gratuitos. O Ministério do Turismo deve, ainda, fiscalizar a exposição para que todas as normas sejam cumpridas pelos organizadores.


A recomendação foi encaminhada com urgência já que a 37ª Expoverde acontece de 15 a 19 de junho.

Jornal Midiamax