Geral

Carro-bomba suicida mata ao menos 17 no Iraque

Um homem em um carro-bomba matou ao menos 17 pessoas e feriu outras 65 nesta quinta-feira em uma unidade da polícia na cidade de Hilla, onde a maioria da população é xiita, segundo uma fonte, no momento em que o Iraque se prepara para possíveis ataques de retaliação após a morte de Osama bin Laden […]

Arquivo Publicado em 05/05/2011, às 10h47

None

Um homem em um carro-bomba matou ao menos 17 pessoas e feriu outras 65 nesta quinta-feira em uma unidade da polícia na cidade de Hilla, onde a maioria da população é xiita, segundo uma fonte, no momento em que o Iraque se prepara para possíveis ataques de retaliação após a morte de Osama bin Laden por soldados norte-americanos.


O Exército e a polícia do Iraque estão em alerta desde que as forças norte-americanas mataram o líder da Al Qaeda com um tiro, e autoridades da segurança disseram ter recebido informações da inteligência indicando que o braço iraquiano do grupo sunita realizaria ataques de retaliação.


O suicida bateu o carro contra a entrada da sede policial no centro de Hilla durante uma mudança de turnos, aproximadamente às 6h40 (0h40, horário de Brasília), quando muitos policiais estavam ao lado de fora do prédio.


“Foi um ataque suicida com um carro-bomba em uma das sedes da polícia no início desta manhã. Até agora, 17 pessoas morreram e 65 feridas. Mas este número não é final, pois há muitos feridos em estado grave”, disse o vice-governador da província de Babil, Sadeq al-Muhanna, à Reuters.


“Embora ainda seja muito cedo para apontar a responsabilidade, explosões suicidas são feitas geralmente pela Al Qaeda, e acreditamos que a Al Qaeda esteja por trás dessa explosão. Dissemos antes e diremos novamente, a Al Qaeda não acabará após a morte de seu líder.”

Jornal Midiamax