Geral

Bolsa Família será reajustado em 45%, diz Dilma

A presidente Dilma Rousseff acaba de anunciar reajuste de 45% na parcela relativa a filhos, nos benefícios pagos pelo Programa Bolsa Família. “Vamos beneficiar quem tem mais filho”, disse a presidente, dizendo que o governo vai despender R$ 2,1 bilhões com o reajuste. O decreto concedendo o reajuste foi assinado em Irecê, cidade localizada a […]

Arquivo Publicado em 01/03/2011, às 16h31

None

A presidente Dilma Rousseff acaba de anunciar reajuste de 45% na parcela relativa a filhos, nos benefícios pagos pelo Programa Bolsa Família. “Vamos beneficiar quem tem mais filho”, disse a presidente, dizendo que o governo vai despender R$ 2,1 bilhões com o reajuste.


O decreto concedendo o reajuste foi assinado em Irecê, cidade localizada a 478 quilômetros de Salvador, no sertão da Bahia, em cerimônia de comemoração ao mês da mulher. Segundo ela, outras parcelas do programa terão reajuste menor. Segundo a presidente, o benefício médio deste programa subirá de R$ 96 para R$ 115.


Atualmente, o Bolsa Família atende 12,9 milhões de famílias, que recebem de R$ 22 a R$ 200. O programa não é reajustado desde 2009. Ela explicou que o programa não foi reajustado em 2010 porque foi ano eleitoral. “Não fizemos política com Bolsa Família”.


A decisão de o aumento incidir sobre a parcela relativa à quantidade de filhos é, de acordo com o governo, em razão de que 34% a 35% das famílias mais pobres terem como chefe uma mulher.


Segundo dados do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, 93% dos usuários do cartão Bolsa Família são mulheres. Por isso, o governo federal considera o programa importante para melhorar a vida econômica das mulheres.


A presidente ainda salientou que o reajuste maior para as famílias com mais filhos se justifica pelo fato de que as crianças e adolescentes são os que têm “maior dificuldade de enfrentar a vida”. Dilma lembrou que os mais velhos têm a proteção da aposentadoria que é garantida aos brasileiros mais velhos, independente da contribuição para a Previdência Social.

Jornal Midiamax