Geral

Bloco suprapartidário na Assembleia depende de duas assinaturas

Falta pouco para a formação de um bloco suprapartidário na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Restam duas assinaturas para a composição do grupo que deve fazer oposição ao governo estadual. Hoje, o governo de André Puccinelli, do PMDB, possui apoio da maioria dos 24 deputados. O bloco vai contar com oito parlamentares membros […]

Arquivo Publicado em 22/03/2011, às 12h47

None

Falta pouco para a formação de um bloco suprapartidário na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. Restam duas assinaturas para a composição do grupo que deve fazer oposição ao governo estadual. Hoje, o governo de André Puccinelli, do PMDB, possui apoio da maioria dos 24 deputados.

O bloco vai contar com oito parlamentares membros do PT, PP, PDT, PSB e PSL.

Uma das assinaturas que resta para construir o bloco deve sair da caneta do deputado estadual Cabo Almi, do PT. Ele garantiu que confirma sua participação ainda durante a sessão da manhã desta terça-feira. O outro registro aguardado é do deputado Lauro Davi, do PSB, que ainda não disse a data de sua adesão.

Jornal Midiamax