Geral

Bataguassu realiza 7ª Conferência Municipal dos direitos da Criança e do Adolescente

Com o objetivo de discutir propostas e diretrizes da política de promoção, proteção e defesa dos direitos, da criança e do adolescente no município, foi realizada na quinta-feira (10), a 7ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Bataguassu. A Conferência foi organizada pelo CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e […]

Arquivo Publicado em 11/11/2011, às 22h17

None

Com o objetivo de discutir propostas e diretrizes da política de promoção, proteção e defesa dos direitos, da criança e do adolescente no município, foi realizada na quinta-feira (10), a 7ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Bataguassu.


A Conferência foi organizada pelo CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), juntamente com a Secretaria Municipal de Assistência e promoção Social, o evento contou com a presença de diversas autoridades e lideranças do município.


O Prefeito João Carlos, parabenizou os responsáveis pela organização da conferência, e lembrou que “antes de assumir o mandato, sequer existia no município uma secretaria de assistência social, na época, apenas uma assistente social atendia todo o município, hoje temos uma secretaria atuante, com vários profissionais formados e capacitados na área”, disse.


A presidente do CMDCA e secretária municipal de promoção e assistência social, Alexandra Cândida, deixou uma mensagem de otimismo a todos os presentes, e lembrou do aumento dos índices de criminalidade envolvendo menores de idade em Bataguassu, “nós precisamos elaborar políticas públicas, que ajude a mudar este cenário” ,frisou.


Durante a conferência os jovens e crianças atendidos pelos projetos sociais do município, realizaram apresentações culturais.


Ainda participaram da conferência, a vice-prefeita, Zélia Bonfim, a secretária municipal de educação, Maria Pereira, o vereador, Neto do Jô, o representante da defensoria pública, Nilton Marcelo Camargo, a representante do ministério público, promotora, Nara Mendes e o instrutor do PROERD e Cabo da PM Mark Franco de Oliveira.



Jornal Midiamax