Geral

Bancos conduzem alta das bolsas na Europa

As bolsas da Europa operam em alta, conduzidas pelas ações dos bancos da Itália, após o governo italiano ter anunciado ontem garantias para o setor, dentro de um pacote de medidas orçamentárias. Segundo o decreto do governo italiano, o Estado poderá oferecer garantias sobre as obrigações no sistema nacional bancário, em particular sobre bônus emitidos […]

Arquivo Publicado em 05/12/2011, às 12h30

None

As bolsas da Europa operam em alta, conduzidas pelas ações dos bancos da Itália, após o governo italiano ter anunciado ontem garantias para o setor, dentro de um pacote de medidas orçamentárias. Segundo o decreto do governo italiano, o Estado poderá oferecer garantias sobre as obrigações no sistema nacional bancário, em particular sobre bônus emitidos pelas instituições de crédito.

Os bancos italianos, cujos custos de financiamento subiram com os yields (retorno ao investidor) dos bônus soberanos da Itália, terão de refinanciar cerca de € 100 bilhões em bônus em 2012 ou enfrentarão uma enorme pressão para reduzir seus balanços ou reter os empréstimos da economia real.

O decreto orçamentário “permite que os bancos obtenham garantias estatais quando eles emitiram bônus”, afirmou o vice-ministro da Economia, Vittorio Grilli.

A medida ampliará significativamente a capacidade dos bancos italianos para acessar a liquidez do BCE (Banco Central Europeu).

Por volta das 8h30 (de Brasília), a Bolsa de Milão subia 2,20%. As ações do Banca Monte dei Paschi subiam 9,08%, UniCredit avançavam 3,97% e Intesa Sanpaolo tinha alta de 3,70%.

As ações de outros da região também subiam: Société Générale (+3,57%), BNP Paribas (+5,27%), Deutsche Bank (+1,54%), Deutsche Bank (+5,00).

A Bolsa de Londres tinha alta de 0,58%, Frankfurt ganhava 0,96% e Paris avançava 0,98%. A Bolsa de Madri subia 1,67% e a da Lisboa, 1,83%.

As informações são da Dow Jones.

Jornal Midiamax