Geral

Atleta da Capital se anima com volta ao meio-de-campo no São Paulo

A improvisação na lateral direita estava tão comum para o campo-grandense Jean que o atleta até assumiu a camisa 2. Porém, diante da necessidade de mudanças na defesa, o técnico Paulo César Carpegiani parece disposto a recolocar o atleta em sua posição de origem, no meio-campo. “Se depender do treino, vou jogar na minha nova […]

Arquivo Publicado em 27/01/2011, às 00h53

None

A improvisação na lateral direita estava tão comum para o campo-grandense Jean que o atleta até assumiu a camisa 2. Porém, diante da necessidade de mudanças na defesa, o técnico Paulo César Carpegiani parece disposto a recolocar o atleta em sua posição de origem, no meio-campo.


“Se depender do treino, vou jogar na minha nova função antiga. Sei que posso jogar e render muito mais no meio-campo. Espero ter esta nova chance”, salientou o atleta.


Revelado pelo São Paulo como volante, Jean virou o curinga dos técnicos que passaram pelo clube nos últimos anos por conta da carência da lateral direita. No ano passado, Cicinho chegou para resolver o problema, mas não se firmou e voltou para a Europa. Ilsinho também foi contratado para o setor e vem sendo colocado no meio-campo.


Agora, Carpegiani testou o zagueiro Xandão na lateral direita e, por isso, recolocou Jean no meio-campo. O volante quer aproveitar a oportunidade para emplacar uma série de jogos em sua posição de origem.


“Sei que meu trabalho está tendo um bom rendimento na direita e tenho ficado muito tempo ali, mas eu me identifico mais e subi ao profissional no meio-campo, onde gosto e sei. Acho que posso render muito mais na posição do que na lateral. Mas, se tiver que voltar para a direita, vou também sem problema algum”, comentou.


Empolgado com a opção do comandante, o volante pretende ter mais chances no ataque na partida desta quarta-feira, diante do Americana, no estádio Décio Vitta, pelo Campeonato Paulista.


“Eu fico um pouquinho mais à frente, em uma posição muito boa. Quem não quer atacar? Quanto mais perto do gol, melhor”, finalizou.

Jornal Midiamax