As bolsas asiáticas voltaram a registrar hoje (8) fortes quedas, mesmo após anúncios feitos pelo G7 (grupo que reúne os países mais industrializados e desenvolvidos do mundo) e pelo Banco Central Europeu em uma tentativa de acalmar o mercado financeiro.

O índice Nikkei, do Japão, caiu 2,4%, enquanto a Bolsa da Coreia do Sul teve queda de 5% e a de Hong Kong, de 4%. Os investidores ainda estariam preocupados com as perspectivas de crescimento global e com a questão da dívida nos Estados Unidos e Europa.

Ontem (7), o G7 anunciou, após reunião de emergência, que vai dar todos os passos necessários para garantir a estabilidade financeira diante da crise. O Banco Central Europeu prometeu “implementar ativamente” um programa de compra de títulos de países da zona do euro, em uma referência implícita à Espanha e à Itália.

Analistas alertaram que o mercado financeiro internacional deve continuar volátil nas próximas semanas.