Geral

André ‘capitaliza’ mal-estar entre Nelsinho e PPS e chama Athayde para o ‘diálogo’

Após reação causada pelo 'cartão amarelo' que Nelsinho deu aos secretários, Puccinelli quer se reunir com pré-candidato à prefeitura de Campo Grande, vereador Athayde Nery, para 'aliviar a crise'.

Arquivo Publicado em 23/06/2011, às 12h45

None

Após reação causada pelo ‘cartão amarelo’ que Nelsinho deu aos secretários, Puccinelli quer se reunir com pré-candidato à prefeitura de Campo Grande, vereador Athayde Nery, para ‘aliviar a crise’.

O governador André Puccinelli (PMDB) vai se reunir com o pré-candidato à prefeitura de Campo Grande, vereador Athayde Nery (PPS), para tentar aliviar a crise e o mal estar que ficou com a carta de demissão que o prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) pediu ao seu secretariado. Até agora nenhum secretário foi demitido.


Segundo o parlamentar, a reunião entre ele e o governador será no fim de semana. “As nossas agendas não estão batendo. O governador está com compromissos fora de Campo Grande e eu estou viajando para o interior para conversar com lideranças”, argumenta.


Athayde explica que André vai entrar no circuito para colaborar com o processo já que o PPS participa tanto da administração municipal quanto a estadual e por isso o governador achou melhor chamar para o dialogo.


Atualmente, o PPS possui dois nomes na staff do prefeito são eles: Luisa Ribeiro a frente da Fundação Social de Trabalho e Roberto Figueiredo na Fundação de Cultura. A sigla tinha mais um integrante na gestão do prefeito que era o Luiz César Galhardo no Instituto Municipal de Previdência, mas deixou o partido nesta quarta-feira (22).

Jornal Midiamax