Geral

Alerta de tsunami faz Equador suspender exportação de petróleo

A Petroecuador, empresa estatal de petróleo do Equador, suspendeu as exportações de petróleo e as importações de combustíveis por causa do alerta de tsunami no país, como consequência do forte terremoto que atingiu o Japão na madrugada de hoje (11), no horário de Brasília. A estatal petrolífera comunicou a decisão às empresas com as quais […]

Arquivo Publicado em 11/03/2011, às 18h56

None

A Petroecuador, empresa estatal de petróleo do Equador, suspendeu as exportações de petróleo e as importações de combustíveis por causa do alerta de tsunami no país, como consequência do forte terremoto que atingiu o Japão na madrugada de hoje (11), no horário de Brasília.

A estatal petrolífera comunicou a decisão às empresas com as quais mantêm negócios, entre elas, companhias da Venezuela, Espanha, Argentina do Chile, Uruguai e Peru. O óleo combustível é transportado pelo Porto de Balao, na costa do Pacífico. O porto e a Refinaria de Esmeraldas, a maior do país, foram evacuados.

O presidente Rafael Correa decretou estado de emergência como medida de prevenção e pediu que os moradores das Ilhas Galápagos (a quase 1.000 quilômetros da costa equatoriana) e de cidades litorâneas busquem locais mais altos. Escolas foram fechadas e militares protegem propriedades das áreas evacuadas.

Jornal Midiamax