Geral

Advogado e comentarista suspeito de agarrar secretária diz que ciúmes motivou denúncia

Na versão dele, a secretária teria registrado a queixa para tomar as dores da mãe, com quem ele afirma manter um relacionamento há algum tempo.

Arquivo Publicado em 09/02/2011, às 13h32

None

Na versão dele, a secretária teria registrado a queixa para tomar as dores da mãe, com quem ele afirma manter um relacionamento há algum tempo.

A reportagem do Midiamax ouviu na manhã desta quarta-feira (09) o advogado e comentarista, C.C., de 64 anos, denunciado pela funcionária de tê-la agarrado a força, no início desta semana no escritório onde trabalhavam, no centro de Campo Grande. Na versão dele, a mulher registrou a queixa para tomar as dores da mãe, com quem ele diz manter um relacionamento há algum tempo.

Ontem, S. F. N., de 24 anos, foi à Deam (Delegacia da Mulher) e fez um Boletim de Ocorrência alegando que o advogado havia lhe beijado na boca. A jovem relatou que quando ia embora ele disse: “venha aqui dar um beijo no titio” e quando ela se aproximou, sem intenções, o profissional teria puxado seu braço e lhe dado um beijo contra sua vontade.

A mulher também contou que ficou constrangida com a atitude do patrão e antes de ir à delegacia havia pedido demissão.

Em entrevista numa pequena sala com duas mesas uma ao lado da outra. Onde uma seria ocupada pela secretaria, o comentarista se defendeu. “Olha o tamanho deste lugar, onde que eu ia agarrar alguém? É com a mãe dela que tenho um relacionamento”, alegou.

O advogado mostrou uma suposta carta de amor que teria sido digitada no dia 5 de agosto do ano passado, com os nomes do envelope manuscrito com remetente e destinatário.

Segundo ele, a carta teria sido escrita por S. F., de 55 anos, mãe da garota. O texto contém agradecimentos, pedidos de desculpas e, em um trecho, fala sobre o “amor” que o advogado sentiria pelas filhas dela como se fossem dele.

O advogado disse que empregou a filha da mulher há poucos dias a pedido dela e que durante o tempo que a jovem trabalhou lá, ela deve ter visto ele conversando com outras mulheres com as quais também teria relacionamentos. Este teria sido o motivo do registro da ocorrência policial.

O homem também relatou que na segunda-feira havia feito o pagamento referente aos dias que ela trabalhou e que neste mesmo dia chamou a atenção da garota por ela ter chegado atrasada. Já na terça-feira, ela foi ao escritório com a mãe fazendo acusações contra ele e em seguida foi embora.

O comentarista disse ainda não acreditar que elas tenham feito isso por dinheiro. Quanto a processo, disse não ter medo. “Como vão provar?”, argumentou. A reportagem tentou entrar em contato com as envolvidas. Uma delas atendeu a ligação e se limitou a dizer que não tinha nada a declarar sobre o caso.

Jornal Midiamax