Geral

Advogado do jovem acusado por morte em boate defende ‘sala reservada’ para baderneiros

O advogado Ricardo Trad, contratado para fazer a defesa do estudante Christiano Luna, sob a acusação de ter dado um golpe que acabou culminando na morte do segurança Jefferson Bruno, defendeu a ideia de que toda casa noturna deveria ter uma sala para levar clientes que promova desordem. A atitude seria até a chegada da […]

Arquivo Publicado em 05/05/2011, às 20h22

None
2005217710.jpg

O advogado Ricardo Trad, contratado para fazer a defesa do estudante Christiano Luna, sob a acusação de ter dado um golpe que acabou culminando na morte do segurança Jefferson Bruno, defendeu a ideia de que toda casa noturna deveria ter uma sala para levar clientes que promova desordem. A atitude seria até a chegada da polícia.

Para Trad, se a casa noturna onde aconteceu confusão entre seu cliente e seguranças tivesse a sala para “bagunceiros” a morte de Jefferson Bruno, o Brunão, poderia ter sido evitada.

Quanto a afirmativa de que Luna fez menções discriminatórias sobre a cor de um dos garçons, Trad disse que isto não é verdade, isto porque Christiano tem descendência de negros e é um. Questionado por um jornalista que o contrariou dizendo que ficou lado a lado com o acusado e possuem a mesma tonalidade de pele (branca) o advogado respondeu: “Não é possível, então você branqueou agora”.

Jornal Midiamax