A PM (Polícia Militar) de Aral Moreira atendeu ao chamado do Hospital Regional, onde tinha dado entrada uma adolescente, de 16 anos, vítima de esfaqueamento.

Segundo os policiais, a jovem tinha sinais de faca na testa, próximo aos olhos, na mão esquerda e outro na cabeça.

Ao ser questionada, a mãe da garota afirmou que não sabia o que tinha acontecido, que só ouviu os gritos da filha e quando a encontrou já estava naquele estado. A mãe também disse que não sabe que pode ter esfaqueado a menina.

Segundo a Polícia Civil, em conversas informais, constatou que a jovem estava em um bar bebendo com outro adolescente, de 12 anos. Em algum momento eles teriam iniciado uma discussão. O menino também apresentava ferimentos de faca.

O Hospital informou que a jovem já recebeu alta e até o momento da edição desta matéria, ela estava aguardando alguém buscá-la.