Geral

Acusado de matar marido da amante se apresenta e diz que atirou após ameaça

O construtor Paulo Velásquez, de 31 anos, se apresentou à Polícia Civil de Dourados na tarde desta sexta-feira (21). Ele é apontado como autor dos disparos que mataram o indígena Junior Ávila de Arruda, de 24 anos, no dia 20 de julho na Aldeia Jaguapiru. Em depoimento, ele confirmou a autoria do crime e se […]

Arquivo Publicado em 21/10/2011, às 21h39

None

O construtor Paulo Velásquez, de 31 anos, se apresentou à Polícia Civil de Dourados na tarde desta sexta-feira (21). Ele é apontado como autor dos disparos que mataram o indígena Junior Ávila de Arruda, de 24 anos, no dia 20 de julho na Aldeia Jaguapiru.


Em depoimento, ele confirmou a autoria do crime e se defendeu: disse que atirou contra Júnior, pois ele teria o ameaçado de morte após descobrir o caso que mantinha com sua esposa.


O autor disse que, após a ameaça, comprou uma arma. No dia do assassinato, ele foi até a aldeia para contratar uma pessoa para um serviço, quando encontrou a esposa de Junior e parou para falar com ela. Neste momento, Junior se aproximou e Paulo e atirou no indígena.


Paulo Velasques, que se apresentou na delegacia com seu advogado, foi indiciado por homicídio doloso e responderá pelo crime em liberdade.

Jornal Midiamax