Geral

“Ações em rede” supera expectativas

Com o objetivo de consolidar as incubadoras do estado de Mato Grosso do Sul, por meio de ações em rede, para estruturação do sistema de prestação de serviços, e ampliação do número de empreendimentos apoiados, a INTERP, programa de incubação de empresas da Fundação Manoel de Barros (FMB), criou o projeto “Ações em Rede para […]

Arquivo Publicado em 23/12/2011, às 23h30

None

Com o objetivo de consolidar as incubadoras do estado de Mato Grosso do Sul, por meio de ações em rede, para estruturação do sistema de prestação de serviços, e ampliação do número de empreendimentos apoiados, a INTERP, programa de incubação de empresas da Fundação Manoel de Barros (FMB), criou o projeto “Ações em Rede para Consolidação de Incubadoras no Estado de Mato Grosso do Sul”, que conta com a participação de outras duas incubadoras, a Fênix apoiada pela UEMS (Universidade do Estado de Mato Grosso do Sul), e a Pantanal pela UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).


O projeto, que iniciou este ano, recebe apoio da FINEP (Financiadora de Estudos e Projetos) e do Ministério da Ciência e Tecnologia e do CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). 

Conforme Marcos Henrique, Coordenador Geral do Projeto, a meta para o ano de 2011 foi superada, e o atendimento das incubadoras melhorou. “O projeto viabilizou a melhoria das incubadoras e das empresas. As incubadoras estão cumprindo com a missão delas, que é de ajudar no desenvolvimento das empresas. E agora, com as consultorias, seus empreendedores conseguem ver a viabilidade de seus empreendimentos. Com isso, eles puderam transformar o sonho em realidade”.

A gerente da INTERP, Sylmara Roberta Lustosa Torres, comenta que, realmente, o nível do trabalho prestado às empresas melhorou com o início do projeto. “Com o apoio da FINEP e do CNPQ o sistema de incubação teve uma grande melhoria. Conseguimos oferecer as empresas consultorias de qualidade. Houve um aumento de 40% na incubação das empresas”, revela a gerente da INTERP.

“Em 2012, nosso objetivo é fazer com que as empresas concluam o sistema de incubação e sejam graduadas com excelência. E assim, alcem vôo para o mercado, gerando mais renda e empregos para a sociedade Sul-matogrossense”, enfatiza o Coordenador Geral do Projeto, Marcos Henrique.

Jornal Midiamax