Geral

Zeca vai acionar MPE contra André por barrar protestantes e compara ato à ditadura militar

O ex-governador Zeca do PT disse hoje que vai acionar o MPE (Ministério Público Estadual) contra o governador André Puccinelli (PMDB) pelo fato de, através das fiscalizações nas rodovias, ter barrado o acesso de servidores da educação que vinham ontem protestar por reajuste salarial, na Capital. Segundo ele, pela Constituição, todos os cidadãos têm direito […]

Arquivo Publicado em 31/03/2010, às 14h07

None

O ex-governador Zeca do PT disse hoje que vai acionar o MPE (Ministério Público Estadual) contra o governador André Puccinelli (PMDB) pelo fato de, através das fiscalizações nas rodovias, ter barrado o acesso de servidores da educação que vinham ontem protestar por reajuste salarial, na Capital. Segundo ele, pela Constituição, todos os cidadãos têm direito de ir e vir e de reivindicar.

“Eu vi o que aconteceu ontem. Eu e Gilda [esposa] passamos por Terenos e ela achou que tanta polícia era porque tinham pego alguém com droga. Mas, depois em Campo Grande ficamos sabendo o que era. Vimos toda a truculência do Estado e a arrogância do André”.

O ex-governador deverá ingressar com mandado de segurança no MPE contra Puccinelli. Ele repudia o ato ocorrido ontem e o compara com os tempos da ditadura militar.

Zeca do PT é o principal adversário político de Puccinelli e ambos disputam o cargo de governador nas eleições deste ano.

O ex-governador conversou com o Midiamax nesta manhã durante evento com membros da CUT (Central Única dos Trabalhadores), no prédio da Igreja Católica, próximo à UCDB.

Jornal Midiamax