Geral

Zeca conclama simpatizantes e militantes a fiscalizarem eleição

Ao encerrar com discurso emocionado, a mega-caminhada de hoje no centro da Capital, o ex-governador Zeca do PT que busca um terceiro mandato no comando do Poder Executivo, pediu aos militantes do PT, de partidos aliados e a simpatizantes de seu projeto que fiscalizem as eleições, marcadas para 3 de outubro. “Vamos fiscalizar das 6 […]

Arquivo Publicado em 18/09/2010, às 15h42

None

Ao encerrar com discurso emocionado, a mega-caminhada de hoje no centro da Capital, o ex-governador Zeca do PT que busca um terceiro mandato no comando do Poder Executivo, pediu aos militantes do PT, de partidos aliados e a simpatizantes de seu projeto que fiscalizem as eleições, marcadas para 3 de outubro.


“Vamos fiscalizar das 6 horas até à noite. Não podemos deixar que nos roubem o sonho de novo. Vamos fiscalizar até sair o resultado e depois comemorar”, conclamou. Zeca fez referência às eleições de 1996 quando, num pleito considerado nebuloso até hoje, perdeu a prefeitura da Capital para André Puccinelli (PMDB) pela diferença de 411 votos.


Ao discursar em caminhão que serviu de palanque improvisado, Zeca atacou Puccinelli quem chamou de “soberbo” e “autoritário”, pediu votos para os candidatos ao Senado de sua chapa Delcídio do Amaral (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT) e mencionou que se eleito pretende fazer um “governo de paz e progresso”. “ Mas, independente do resultado, nós já vencemos. Não nos rendemos e nem nos vendemos”, mencionou.


Conforme os organizadores, pelo menos 20 mil pessoas acompanharam o ato político. Mas, a Polícia Militar, divulgou número entre 10 mil e 15 mil. Além de Delcídio e Dagoberto, também participaram da caminhada a candidata a vice-governadora Tatiana Ujacow (PT) o senador Valter Pereira (PMDB), a ex-primeira-dama do Estado e candidata a suplente de senador, Gilda Gomes, o presidente regional do PT, Marcus Garcia, os deputados estaduais, Pedro Kemp, Pedro Teruel, Paulo Duarte, os vereadores Cabo Almi (PT) e Alcides Bernal (PP), entre outros nomes.

Jornal Midiamax