Geral

Última sessão da Câmara é marcada por polêmica das desafetações em Campo Grande

Os vereadores ficaram reunidos mais de uma hora para discutir projetos enviados pelo Executivo Municipal, entre eles vários que tratam da desafetação de áreas de domínio público.

Arquivo Publicado em 22/12/2010, às 17h47

None

Os vereadores ficaram reunidos mais de uma hora para discutir projetos enviados pelo Executivo Municipal, entre eles vários que tratam da desafetação de áreas de domínio público.

Os vereadores de Campo Grande estão na última sessão ordinária de 2010. Nesta quarta-feira, 22, por mais de uma hora eles ficaram reunidos para discutir projetos enviados pelo Executivo Municipal, entre eles vários que tratam da desafetação de áreas de domínio público.

O executivo pretende desafetar 459 áreas públicas em vários bairros, mas os vereadores discutem as supostas doações. Uma delas é de uma área de 22m² localizada no bairo Rita Vieira onde o Executivo pretende transformá-la na “Cidade do ônibus”, ou seja, um local para abrigar ônibus do transporte intermunicipal.

Outra desafetação analiadaelos vereadores é de uma praça localizada no Jardim Autonomista, bairro nobre de Campo Grande, onde há um susposto interrese de doação para o Coren (Conselho Regional de Enfermagem). Outra região nobre na mesma situação fica nas proximidades da universidade Uniderp.


As suspeitas das doações mencionadas são do vereador Paulo Pedra (PDT).

Jornal Midiamax