Geral

Tribunal de Contas promove inspeção na prefeitura de Dourados

O Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul – TCE – deu início na última segunda-feira (13) a uma inspeção ordinária na prefeitura municipal de Dourados, com o objetivo de levantar a existência de irregularidades nas contas do município, tendo em vista os fatos que vieram à tona com a Operação Uragano, realizada pela […]

Arquivo Publicado em 16/09/2010, às 01h36

None

O Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul – TCE – deu início na última segunda-feira (13) a uma inspeção ordinária na prefeitura municipal de Dourados, com o objetivo de levantar a existência de irregularidades nas contas do município, tendo em vista os fatos que vieram à tona com a Operação Uragano, realizada pela Polícia Federal.


A operação resultou na prisão do prefeito de Dourados, Ari Artuzi, do vice-prefeito Carlinhos Cantor (DEM), de 9 dos 12 vereadores, e de diversos secretários municipais, servidores e empresários, totalizando 60 pessoas indiciadas.


A inspeção está a cargo da 3ª Inspetoria de Controle Externo  (IGCE) do TCE/MS, subordinada ao conselheiro Waldir Neves Barbosa, que estará, nesta quinta-feira (16) em Dourados, acompanhando pessoalmente os trabalhos dos quatro analistas de controle externo encarregados da inspeção.


Segundo Mattos, o prazo da inspeção é de 10 dias, podendo ser prorrogado até a completa conclusão dos trabalhos. Segundo ele, o serviço dos analistas é feito por amostragem, “tendo em vista ser humanamente impossível analisar neste prazo todos os documentos, contratos e convênios existentes no município”.

Jornal Midiamax