Geral

Três Lagoas estima receita de R$ 208 milhões que pode crescer

O orçamento de 2011 para o município de Três Lagoas já está em análise na Câmara dos Vereadores. A projeção inicial de receita é de R$ 208 milhões e pode crescer caso o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) confirme aumento na população três-lagoense para mais de 92 mil habitantes, o que elevaria o […]

Arquivo Publicado em 23/10/2010, às 22h12

None

O orçamento de 2011 para o município de Três Lagoas já está em análise na Câmara dos Vereadores. A projeção inicial de receita é de R$ 208 milhões e pode crescer caso o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) confirme aumento na população três-lagoense para mais de 92 mil habitantes, o que elevaria o repasse do PPM (Fundo de Participação dos Municípios), segundo informação do secretário de Finanças, Valmir Arantes.


Arantes ainda explicou que as autoridades apresentarão convênios aos governos do estado e federal, em busca de mais recursos para investimentos locais. “Baseamos o orçamento principalmente em receitas próprias e nos repasses que já existem e a expectativa é de um crescimento de 13% em relação ao exercício de 2010. E ainda esperamos que haja algum crescimento”, afirmou.


O secretário deu alguns exemplos de gastos previstos. Em obras, o orçamento prevê que serão investidos R$ 25 milhões, contra os R$ 22 milhões de 2010; já em Meio Ambiente, o recurso deverá ser de R$ 7 milhões, com um aumento de 25% em relação ao atual exercício; em Educação, os gastos devem alcançar R$ 49 milhões, enquanto em 2010 chegaram a R$ 42 milhões e, em saúde, a estimativa é de aplicar R$ 54 milhões, valor 11% superior aos R$ 49 milhões deste ano. Quanto aos serviços da dívida e ao pagamento de precatórios, Arantes lembrou que deverão ser gastos R$ 8 milhões no ano que vem.


Após a análise do projeto, os parlamentares podem propor emendas ao orçamento que será discutido em duas sessões ordinárias específicas para ele. De acordo com a lei, a peça deve ser votada antes do recesso parlamentar.

Jornal Midiamax