Geral

Três Lagoas: comerciantes estão revoltados com a prefeitura

Os comerciantes itinerantes que estão trabalhando nas imediações do Cemitério Municipal “Santo Antonio” em Três Lagoas estão reclamando da falta de organização por parte da prefeitura para que eles trabalhem nas imediações do local. A revolta dos comerciantes se deve ao fato deles terem pago uma taxa no setor de Tributação da prefeitura para trabalharem […]

Arquivo Publicado em 01/11/2010, às 18h54

None

Os comerciantes itinerantes que estão trabalhando nas imediações do Cemitério Municipal “Santo Antonio” em Três Lagoas estão reclamando da falta de organização por parte da prefeitura para que eles trabalhem nas imediações do local.

A revolta dos comerciantes se deve ao fato deles terem pago uma taxa no setor de Tributação da prefeitura para trabalharem no local, mas foram impedidos de montar barracas na via pública, ou seja, na calçada da rua de acesso ao cemitério.

“Se a prefeitura exige uma autorização deveria disponibilizar lugares adequados. Temos que pagar na prefeitura e para particular”, disse José Sidney que trabalha vendendo flores há 10 anos nas imediações.

O mesmo foi dito pelo vendedor José Carlos que está trabalhando no local pelo segundo ano consecutivo “Estou revoltado, pagamos o alvará e a prefeitura não deixou espaço para exercemos nossa atividade. Falta organização, a prefeitura tinha que ceder espaço”, disse indignado.

Edna Márcia Gimenez Silva que possui um estabelecimento comercial na Vila Piloto e está com uma barraca nas imediações do cemitério afirmou que os comerciantes já pagam tantos impostos, e agora tem que pagar mais uma taxa para vender seus produtos.

Apesar desta situação, os comerciantes estão otimistas para as vendas dos produtos, como velas, flores, água, fósforo, entre outros.

Jornal Midiamax