Geral

Temendo perda de votos, vice de Serra pede em MS que eleitores votem antes de viajar

Durante sua passagem ontem por Campo Grande, o candidato a vice na chapa do tucano José Serra, Indio da Costa (DEM), repetiu o apelo que tem feito no País nesta campanha eleitoral. Solicitou que os eleitores não viagem no feriado prolongado antes de votarem neste segundo turno da eleição presidencial. “Vem aí o feriadão. Não […]

Arquivo Publicado em 23/10/2010, às 14h47

None

Durante sua passagem ontem por Campo Grande, o candidato a vice na chapa do tucano José Serra, Indio da Costa (DEM), repetiu o apelo que tem feito no País nesta campanha eleitoral. Solicitou que os eleitores não viagem no feriado prolongado antes de votarem neste segundo turno da eleição presidencial.

“Vem aí o feriadão. Não viaje antes, vá votar primeiro”, pediu ontem à noite durante evento na Associação Nipo-Brasileira, na saída para Três Lagoas, em Campo Grande.


Neste segundo turno, as eleições presidenciais correm o risco de ter maior abstenção, já que a data do pleito, 31 de outubro, cai no meio de um feriado prolongado – dia 2 de novembro (terça-feira) é Dia de Finados.


Para o professor Ricardo Caldas, da Universidade de Brasília, o fato pode ter efeitos mais negativos na campanha de José Serra do que na de Dilma Rousseff (PT). Isso porque o tucano tem eleitores de maior renda e que costumam aproveitar os feriados para viajar.


“Caso a disputa seja apertada, uma maior abstenção pode fazer a diferença no resultado [da eleição]”, avalia.


Pesquisa Vox Populi, divulgada no último dia 18, mostra que a petista dispara entre os mais pobres, que ganham até um salário mínimo. Ela atinge 61% das intenções de voto contra 31% de Serra. Já o tucano vai melhor entre os que têm mais renda, ou seja, entre os que ganham mais de cinco salários mínimos. Ele chega a 44% contra 42% da petista.

Jornal Midiamax