Geral

Tatiana Ujacow afirma que é uma “soldada” do país e que é hora de uma mulher ser presidente

A advogada e professora universitária Tatiana Ujacow (PV), que foi candidata a vice-governadora de Zeca do PT, se disse mais uma “soldada” em favor do país, e na eleição de Dilma Rousseff para presidência da República. A afirmação foi realizada durante evento na Capital, que reúne o vice Michel Temer (PMDB) e diversas lideranças regionais. Tatiana […]

Arquivo Publicado em 21/10/2010, às 22h17

None

A advogada e professora universitária Tatiana Ujacow (PV), que foi candidata a vice-governadora de Zeca do PT, se disse mais uma “soldada” em favor do país, e na eleição de Dilma Rousseff para presidência da República.






A afirmação foi realizada durante evento na Capital, que reúne o vice Michel Temer (PMDB) e diversas lideranças regionais.


Tatiana agradeceu o convite de Temer para participar da campanha de Dilma no Estado, feito em reunião antes do encontro no Rádio Clube, da qual participaram o senador Valter Pereira e os deputados federais Vander Loubet e Dagoberto Nogueira. Segundo ela, a visão de Dilma e Temer é a mais próxima de seus ideais.


“Agradeço os 43% de votos que recebemos no Estado. Agradeço também a militância petista, que me acolheu muito bem durante a campanha”


Tatiana ainda destacou a visão humanitária do presidente Lula: “Hoje temos menos gente passando fome, essa é uma visão mais humana, voltada para os que mais precisam, e é também a minha visão”.


Hoje não somos mais o país do futuro e sim do presente, e temos que continuar olhando pelo próximo, pelo ser humano”, com prioridade à saúde e respeito ambiental, completou. Ela destacou que no exterior o Brasil não é mais conhecido só como o país do carnaval e do Pelé, é o Brasil de Lula.


A advogada ainda ressaltou o papel da mulher como mãe, que nessa condição carrega a generosidade de pensar no próximo. A mulher tem a capacidade de uma olhar mais periférico. “É hora de uma mulher ser presidente do Brasil”.


Discutindo detalhes da campanha da Dilma no Estado, também estão presentes o ex-governador fluminense Moreira Franco, os senadores Valter Pereira (PMDB) e Delcídio do Amaral (PT), o prefeito de Campo Grande, Nelson Trabd Filho (PMDB) e o vice Edil Albuquerque (PMDB), o ex-ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, e os deputados federais Dagoberto Nogueira (PDT), Vander Loubet (PT) e Nelson Trad (PMDB).

Jornal Midiamax