Geral

Taleban liberta jornalista japonês sequestrado

Um jornalista japonês sequestrado há cinco meses por supostos militantes do Taleban, no Afeganistão, foi libertado, segundo relatos hoje. Kosuke Tsuneoka, um jornalista free lance e veterano de zonas de Guerra, foi liberado ontem à noite em bom estado de saúde e estava na embaixada japonesa em Cabul, de acordo com a agência Kyodo. A […]

Arquivo Publicado em 05/09/2010, às 13h59

None

Um jornalista japonês sequestrado há cinco meses por supostos militantes do Taleban, no Afeganistão, foi libertado, segundo relatos hoje. Kosuke Tsuneoka, um jornalista free lance e veterano de zonas de Guerra, foi liberado ontem à noite em bom estado de saúde e estava na embaixada japonesa em Cabul, de acordo com a agência Kyodo.


A mãe de Tsuneoka disse que seu filho de 41 anos havia telefonado para casa da embaixada, depois de ser libertado na província de Kunduz.


Os captores de Tsuneoka aparentemente decidiram liberá-lo porque ele era muçulmano, segundo a Kyodo. Segundo o website pessoal do jornalista, Tsuneoka se converteu ao islamismo em 2000, quando estava em Moscou.


Tsuneoka estava desaparecido desde 1º de abril, quando colocou mensagem no twitter, dizendo que estava em uma zona controlada pelo Taleban no norte do Afeganistão.


Hoje, o governo francês disse que recebeu provas nos últimos 10 dias de que as repórteres da TV France-3, Stephane Taponier e Herve Ghesquiere, estão bem e com boa saúde.

Jornal Midiamax