Geral

Setor de supermercados prevê alta de 5,2% em 2010

A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) revisou hoje sua projeção de crescimento para o faturamento do setor em 2010, de 8% para entre 5% e 5,2%. Segundo o superintendente da entidade, Tiaraju Pires, mesmo com uma expectativa de vendas muito boa para os três últimos meses do ano, tanto em termos de volume quanto em […]

Arquivo Publicado em 27/10/2010, às 15h25

None

A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) revisou hoje sua projeção de crescimento para o faturamento do setor em 2010, de 8% para entre 5% e 5,2%. Segundo o superintendente da entidade, Tiaraju Pires, mesmo com uma expectativa de vendas muito boa para os três últimos meses do ano, tanto em termos de volume quanto em faturamento, isso não será suficiente para compensar os fracos desempenhos dos meses de maio a agosto.

Pires avaliou ainda o comportamento do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) em 2010. “No primeiro quadrimestre do ano, os alimentos puxaram o IPCA (índice oficial de inflação). A partir de maio até agosto, o movimento foi ao contrário. A partir de setembro, o comportamento dos preços dos alimentos voltou a ser igual ao do primeiro quadrimestre”, afirmou Pires. Para ele, nos próximos meses, os alimentos deverão continuar puxando a inflação.

O superintendente ainda disse que não há nenhum aspecto macroeconômico que influencie o crescimento menor ante a projeção do início do ano. “O emprego está em alta, a renda também, mas o consumidor está redirecionando suas compras para outros setores, como casas, construção e eletrodomésticos”, explicou. Mesmo com a diferença de três pontos porcentuais para baixo, ante a primeira previsão, Pires acredita que o porcentual anunciado hoje não é ruim. “Um crescimento de 5,2% em 2010 ante um incremento de 5,51% do ano passado não é ruim, já que não será tão diferente na comparação entre os dois períodos.”

Jornal Midiamax