Geral

Serra e Dilma empatam na base lulista, aponta Datafolha

O presidente Lula não consegue transferir sua popularidade recorde para a eleição do sucessor presidencial. É o que indica a pesquisa Datafolha publicada neste domingo na Folha. De acordo com os dados colhidos nos dias 25 e 26 deste mês, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) empatam nas intenções de voto entre os que […]

Arquivo Publicado em 28/03/2010, às 15h15

None

O presidente Lula não consegue transferir sua popularidade recorde para a eleição do sucessor presidencial. É o que indica a pesquisa Datafolha publicada neste domingo na Folha.


De acordo com os dados colhidos nos dias 25 e 26 deste mês, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) empatam nas intenções de voto entre os que avaliam o atual governo de Lula como ótimo ou bom: 32% a 33%. Ciro Gomes (PSB) recebe 11% dos votos dos eleitores que aprovam Lula, e Marina Silva (PV), 7%. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.


Já entre quem julga o governo Lula regular, ruim ou péssimo (20% dos ouvidos), Serra lidera com folga a intenção de votos: 51%, contra 9% da petista.


Popularidade


O presidente Lula atingiu a sua melhor avaliação desde que assumiu o cargo, em janeiro de 2003: 76% da população consideram seu governo ótimo ou bom, aponta pesquisa do Datafolha publicada também hoje. Trata-se de um recorde para um presidente desde que o Datafolha iniciou o levantamento, em 1990. Realizada entre 25 e 26 de março, foi a terceira pesquisa seguida de oscilação positiva.


Nos últimos sete anos, os resultados coincidem com a melhora nos indicadores socioeconômicos. Disputa eleitoral Outra pesquisa Datafolha, publicada na edição de sábado da Folha, mostrou que o pré-candidato à Presidência do PSDB, José Serra, abriu nove pontos de vantagem sobre Dilma.


Segundo o levantamento, o tucano tem 36% e a petista 27% das intenções de voto. Na pesquisa realizada em fevereiro, Serra tinha 32% e Dilma 28%. Ciro Gomes (PSB) ficou com 11% (tinha 12% em fevereiro). Marina Silva (PV) está estacionada e manteve os 8% obtidos no mês passado.

Jornal Midiamax