Geral

Secretários candidatos devem sair até 31 de março

Em reunião com o primeiro-escalão, governador reitorou que escolherá servidores da própria secretaria para substituir titulares

Arquivo Publicado em 26/01/2010, às 15h38

None

Em reunião com o primeiro-escalão, governador reitorou que escolherá servidores da própria secretaria para substituir titulares

Na reunião que teve com seus secretários ontem, o governador André Puccinelli (PMDB) determinou que aqueles que pretendem concorrer nas eleições de outubro deixem as pastas no dia 31 de março. O prazo final para desincompatibilização é 2 de abril.


O secretário estadual de Habitação, deputado licenciado, Carlos Marun relata que o governador vai escolher servidores técnicos que já atuam nas pastas para comandar as secretarias. Marun é pré-candidato à reeleição à Assembleia e informou ao governador que vai deixar o cargo.


“Na secretaria de Habitação temos vários superintendentes, o governador vai escolher um deles para me substituir”, afirmou o secretário.


André já havia mencionado que escolheria nomes que já estão no governo para assumir as secretarias. Ele quer evitar prejuízos aos trabalhos em andamento.


Além de Marun, outros nomes que devem deixar o governo são Edson Giroto (Obras), Tânia Garib (Assistência Social), Tereza Cristina Corrêa da Costa (Produção e Turismo). Há ainda Nilene Badeca (Educação) que estaria avaliando se concorre ou não à Assembleia. Também poderá sair do governo para concorrer a uma vaga na Casa de Leis, o secretário-adjunto de Meio Ambiente, Márcio Monteiro, primo da senadora Marisa Serrano.


Com isso, as próximas eleições terão presença forte dos secretários de André que além de pedir votos para si estarão trabalhando pela reeleição do governador.

Jornal Midiamax