Geral

Secretaria da saúde indígena começa a funcionar em 3 meses

A nova secretaria que passará a cuidar da saúde indígena, em substituição à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), só vai entrar em funcionamento depois de 90 dias – prazo para publicação do decreto presidencial com as competências e estrutura do órgão, segundo nota divulgada hoje (26) pelo Ministério da Saúde. Segundo o ministério, no período […]

Arquivo Publicado em 26/03/2010, às 22h29

None

A nova secretaria que passará a cuidar da saúde indígena, em substituição à Fundação Nacional de Saúde (Funasa), só vai entrar em funcionamento depois de 90 dias – prazo para publicação do decreto presidencial com as competências e estrutura do órgão, segundo nota divulgada hoje (26) pelo Ministério da Saúde.

Segundo o ministério, no período em que a secretaria ainda não estiver em funcionamento, as ações de saúde indígena continuarão sendo executadas pela Funasa. “O Ministério da Saúde está tomando todas as providências necessárias para que a transição da atenção à saúde indígena da Funasa para a nova secretaria seja feita de forma transparente e responsável, democrática e participativa para evitar transtornos à saúde dos povos indígenas”, diz a nota.

A secretaria foi criada por meio de medida provisória assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e publicada ontem (25).

De acordo com o conselheiro nacional de Saúde e membro do grupo responsável pela criação do órgão, Rildo Caigangue, a mudança tem aceitação entre os indígenas.”Foram dez anos de Funasa. Houve avanços, mas chegou um momento em que a Funasa não dava mais conta de atender as demandas da população indígena, especialmente da população amazônica, que é a região mais difícil hoje, devido à logística de transporte, deslocamento, épocas de cheia e as epidemias. O desvio de recursos também era muito grande”, afirmou o conselheiro.

Jornal Midiamax