Geral

“Saúde de Coxim é um caso endêmico”, diz defensor

A afirmação é do defensor público, Clóvis Sylvestre Sant’Ana, em documento pedindo providências ao MPE (Ministério Público Estadual), com cópia para a câmara. Com base nas dezenas de processos impetrados em prol de cidadãos humildes, Sant’Ana afirma que a saúde pública já se tornou um caso endêmico. Muitos casos ganharam destaque na mídia, o Edição […]

Arquivo Publicado em 25/10/2010, às 16h05

None

A afirmação é do defensor público, Clóvis Sylvestre Sant’Ana, em documento pedindo providências ao MPE (Ministério Público Estadual), com cópia para a câmara. Com base nas dezenas de processos impetrados em prol de cidadãos humildes, Sant’Ana afirma que a saúde pública já se tornou um caso endêmico.

Muitos casos ganharam destaque na mídia, o Edição de Notícias contou inúmeras situações de cidadãos que precisaram recorrer à Justiça para garantir serviços básicos de saúde. Não resta dúvida que a maioria é para conseguir medicamentos, mas também existem muitos casos de consultas, cirurgias, exames e até mesmo transporte para Campo Grande.

O defensor público entende que por já ter se tornado um caso endêmico, diante da deficiência dos serviços prestados pelo município, o MPE e o Legislativo tem de tomar as providências que entenderem cabíveis para tentar solucionar o problema.

Sant’Ana lembra que o SUS (Sistema Único de Saúde) vem repassando regularmente verbas específicas à secretaria Municipal de Saúde. Ainda no documento, endereçado à promotora de Justiça, Daniella Costa da Silva, o defensor comenta que ventila na cidade fundadas suspeitas de desvio e mau uso dos recursos repassados.

“A mídia tem feito sátiras indiretas com referência a supostos enriquecimentos ilícitos de funcionários e licitações de compadresco naquela secretaria”, cita Sant’Ana.

Jornal Midiamax