Geral

Ronaldo reassume o ataque do Corinthians em Curitiba

Na Arena da Baixada, o time de Adilson Batista enfrenta o Atlético Paranaense para melhorar o péssimo aproveitamento como visitante (29%) e dar ritmo ao Fenômeno, mesmo em condições adversas.

Arquivo Publicado em 08/09/2010, às 11h35

None

Na Arena da Baixada, o time de Adilson Batista enfrenta o Atlético Paranaense para melhorar o péssimo aproveitamento como visitante (29%) e dar ritmo ao Fenômeno, mesmo em condições adversas.

Esta quarta-feira é dia de o Corinthians apresentar as suas principais apostas para buscar o título no returno no Campeonato Brasileiro: Ronaldo no ataque e uma postura diferente longe do Pacaembu. Em Curitiba, na Arena da Baixada, o time de Adilson Batista enfrenta o Atlético Paranaense, às 22 horas, para melhorar o péssimo aproveitamento como visitante (29%) e dar ritmo ao Fenômeno, mesmo em condições adversas.




As duas partidas que Ronaldo fez até aqui no Brasileirão foram no Pacaembu, incentivado pela torcida corintiana. Este apoio se mostrou incondicional contra o Vitória, em que o camisa 9 retornou de lesão após 112 dias e deixou claro que ainda estava longe da forma ideal. Na Arena da Baixada, ele vai encarar um adversário embalado na competição, que joga diante de sua torcida para tentar se aproximar da zona de classificação à Copa Libertadores.



Apesar das boas atuações ao lado de Jorge Henrique e os dois gols marcados na vitória sobre o Goiás (5 a 1), Iarley foi o escolhido para dar a vaga a Ronaldo. “O Ronaldo inicia o jogo, mesmo sabendo que o Iarley fez uma grande partida e tem crescido. Tenho gostado dele (Iarley) na parte tática, ele orienta os demais, chama o jogo, mas mesmo assim vou iniciar com o Ronaldo”, disse Adilson Batista. O motivo, garante o técnico, é dar ritmo ao Fenômeno, que foi poupado contra o Goiás. “Precisamos ajudá-lo e essa vai ser mais uma chance”.



No meio de campo, o Corinthians tem o retorno de Elias, que cumpriu o suspensão e volta no lugar de Paulinho. Já a defesa terá o reforço do capitão William, recuperado da lesão muscular na coxa esquerda que o afastou por dois jogos. Já Dentinho, que sentiu a coxa no treino da última segunda, segue fora.



O Corinthians deve a boa campanha no primeiro turno do Brasileirão aos jogos que realizou como mandante no Pacaembu, em que venceu os 10 que disputou. Fora de casa, no entanto, tem aproveitamento semelhante ao de times que lutam contra o rebaixamento. A última vitória como visitante foi em 16 de maio, contra o Grêmio – 2 a 1, em Porto Alegre. Nos sete jogos desde então, foram quatro empates e três derrotas.

Jornal Midiamax