Geral

Reunião entre frigorífico e sindicalistas no MPT é adiada

A diretoria do frigorífico JBS/Bertin e os dirigentes sindicais que representam os trabalhadores da unidade adiaram para a próxima segunda-feira (20) a audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT), para esclarecer os motivos que levaram a empresa a demitir 180 empregados. A reunião estava marcada para esta tarde. Para o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria […]

Arquivo Publicado em 17/09/2010, às 18h04

None

A diretoria do frigorífico JBS/Bertin e os dirigentes sindicais que representam os trabalhadores da unidade adiaram para a próxima segunda-feira (20) a audiência no Ministério Público do Trabalho (MPT), para esclarecer os motivos que levaram a empresa a demitir 180 empregados. A reunião estava marcada para esta tarde.


Para o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Carnes e Derivados de Campo Grande, a empresa demitiu para desestabilizar o movimento de greve que estava programado por conta do não cumprimento de um acordo selado em convenção coletiva.

O procurador do trabalho Hiran Sebastião Meneghelli Filho presidirá a audiência. “Não vamos tratar da greve, será apenas uma mediação sobre o caso”, declarou.

Jornal Midiamax