Geral

Presidiária embriagada agride a própria irmã em Ponta Porã

A presidiária S.E., 22 anos, foi presa pela Polícia Militar por volta das 12h de sábado (18), em Ponta Porã, após agredir a irmã mais nova e tentar atingi-la com uma garrafa. A PM foi acionada pela mãe da acusada, B.E., de 52 anos e pela vítima da agressão, E.P.S.N., 18 anos. Segundo a mãe, […]

Arquivo Publicado em 20/12/2010, às 20h24

None

A presidiária S.E., 22 anos, foi presa pela Polícia Militar por volta das 12h de sábado (18), em Ponta Porã, após agredir a irmã mais nova e tentar atingi-la com uma garrafa. A PM foi acionada pela mãe da acusada, B.E., de 52 anos e pela vítima da agressão, E.P.S.N., 18 anos.


Segundo a mãe, sua filha é dependente química, tem um filho de poucos meses que fica na responsabilidade da avó e havia sido liberada naquele dia do Presídio Feminino de Ponta Porã. Segundo a polícia, a presidiária encontrava-se em visível estado de embriaguez e aparentemente sob efeito de entorpecentes.


A confusão começou quando S.E. começou a agredir sua irmã, que havia acabado de chegar de Campo Grande, onde reside, para passear na casa da mãe. De acordo com a vítima, a presidiária a agrediu com tapas no rosto e queria atingi-la com uma garrafa. A acusada foi dominada pela vítima e outras irmãs que se encontravam no local.


Policiais militares estiveram no local e encaminharam a presidiária ao 1º Distrito Policial, onde foi entregue sem leões corporais, para as providências cabíveis. A vítima foi orientada a se deslocar até o 1º DP para representar contra a agressora.

Jornal Midiamax