Geral

Presidente do PT diz que tendência zequista no PTB é forte

O presidente regional do PT, Marcus Garcia, informou hoje que a legenda ainda aguarda a resposta do PTB sobre o convite para indicar o vice na chapa de Zeca do PT que concorrerá ao governo do Estado nas eleições de outubro. O chamado para a aliança foi feito pelo próprio Zeca e por dirigentes petistas […]

Arquivo Publicado em 26/03/2010, às 14h35

None

O presidente regional do PT, Marcus Garcia, informou hoje que a legenda ainda aguarda a resposta do PTB sobre o convite para indicar o vice na chapa de Zeca do PT que concorrerá ao governo do Estado nas eleições de outubro. O chamado para a aliança foi feito pelo próprio Zeca e por dirigentes petistas neste mês. Apesar do assédio do PMDB que também quer o PTB como aliado, Marcus avalia que o PT tem chances. “Tem muita gente no PTB que prefere o Zeca”, analisa.

Na semana que vem, a cúpula do PTB ouvirá a proposta do governador André Puccinelli (PMDB) sobre a possibilidade de integrar o leque de alianças dele. Aliás, nesta semana, André foi flagrado pelo Midiamax em companhia do suplente do senador Delcídio do Amaral, Antônio João Hugo Rodrigues, que é filiado ao PTB. Houve quem fizesse a leitura que tal encontro só demonstrava que André e PTB estavam prestes a fechar uma aliança.

Porém, Marcus Garcia, diz que tal fato não é suficiente para crer que uma aliança se estabeleceu. “Nós do PT estamos conversando com direção do PTB. Aliás, este fato [encontro entre André e Antônio João] nem concretiza qualquer aspecto político”, afirma.

Internamente, o PTB avalia que pode até colocar em votação entre os membros da Executiva a escolha entre André e Zeca. “Eu não saberia dizer que tendência é mais forte no PTB, mas eu sei que tem muita gente lá que prefere o PT”, ressalta Marcus Garcia.

O petista considera que o PTB é um partido importante para a composição de Zeca, mas garante que há outras opções. “Nós oferecemos a vice ao PTB, mas não fechamos questão com quem quer que seja. Se o PTB não vier, o PDT pode indicar o vice, independente de já ter uma vaga ao Senado. Além disso, temos outras alianças em vista como PSB, PMN e PC do B”, disse.

Jornal Midiamax