Geral

Prefeito pede R$ 429 milhões do PAC 2 para obras na Capital

A prefeitura de Campo Grande pediu ao governo federal a inclusão de sete projetos de infra-estrutura no PAC 2, a segunda etapa do Plano de Aceleração de Crescimento, principal bandeira da gestão de Luiz Inácio Lula da Silva. Documento distribuído à imprensa hoje aponta que o valor das obras da Capital é de R$ 429.438.932,65, […]

Arquivo Publicado em 27/03/2010, às 20h56

None

A prefeitura de Campo Grande pediu ao governo federal a inclusão de sete projetos de infra-estrutura no PAC 2, a segunda etapa do Plano de Aceleração de Crescimento, principal bandeira da gestão de Luiz Inácio Lula da Silva. Documento distribuído à imprensa hoje aponta que o valor das obras da Capital é de R$ 429.438.932,65, incluindo a contrapartida da prefeitura que é de 10% em cada obra. O PAC2 será lançado por Lula na segunda-feira.

Os projetos se referem a obras de pavimentação, drenagem e estruturação dos corredores do transporte coletivo. O projeto de maior valor alcança a cifra de R$ 149.845.323,62 é específico para corredores do transporte coletivo em Campo Grande. O segundo maior volume de dinheiro, R$ 117 milhões, o prefeito quer destinar para obras de recapeamento principalmente na região central da cidade.

Outro projeto pede R$ 42,2 milhões para pavimentação e drenagem da Bacia do Córrego Bálsamo, incluindo o corredor de transporte coletivo. O prefeito pede ainda R$ 19,4 milhões para pavimentação e drenagem da bacia do Córrego Segredo, também com corredor de transporte coletivo.

O acesso às Moreinhas e o prolongamento da Avenida Guaicurus também está entre os projetos apresentados no valor de R$ 55,5 milhões. Também com recursos do PAC2, a prefeitura pretende continuar o projeto do parque Linear do Córrego Cabaças, no valor de R$ 12 milhões.

Por fim o prefeito está pedindo, R$ 33 milhões para continuação do projeto do parque Linear do Imbirussu, ou segunda etapa do projeto Imbirussu-Serradinho que inclui pavimentação asfáltica e drenagem nas linhas de ônibus de oito bairros da região: Jardim São Francisco, Jardim das Acácias, Manoel Taveira, Parque dos Laranjais, Jardim Fluminense, Jardim Veneza, Jardim Paqueta e Vila Nilza.

Na tarde de hoje, ao vistoriar obras de recuperação da Avenida Ceará, o prefeito informou que aproveitará o lançamento do PAC 2 para cobrar do governo o repasse dos R$ 20 milhões prometidos pelo ministro Planejamento, Paulo Bernardo quando ele esteve em Campo Grande, no dia 19, para participar da abertura da Expogrande.

O governo está preparando um mega-evento para o lançamento do PAC 2, foram convidadas 1.200 pessoas entre ministros, governadores, prefeitos e empresários. No evento, a ministra vai apresentar as linhas gerais do programa que prevê investimentos de R$ 1 trilhão, especialmente nas áreas de saneamento básico, habitação, além de ações com melhorias em favelas e centros urbanos.

Jornal Midiamax