Geral

Prefeito ameaçado de ser expulso questiona se PSDB quer apurar caso de Rigo

O prefeito de Terenos, Beto Pereira, que ontem foi ameaçado de expulsão pelo partido PSDB após resolver apoiar a candidata petista Dilma Roussef (PT) e não o presidenciável José Serra (PSDB) no segundo turno das eleições acredita que “talvez para os olhos do partido, minha posição seja mais impactante do que os fatos atribuídos ao […]

Arquivo Publicado em 19/10/2010, às 21h37

None

O prefeito de Terenos, Beto Pereira, que ontem foi ameaçado de expulsão pelo partido PSDB após resolver apoiar a candidata petista Dilma Roussef (PT) e não o presidenciável José Serra (PSDB) no segundo turno das eleições acredita que “talvez para os olhos do partido, minha posição seja mais impactante do que os fatos atribuídos ao deputado”, disse ele, sobre as denúncias de corrupção envolvendo Ary Rigo.

Rigo, que trocou o PDT pelo PSDB no ano passado, aparece em uma gravação feita pelo jornalista Eleandro Passaia falando sobre um esquema de corrupção e propinas, envolvendo nomes do executivo, legislativo e judiciário.
O partido que teve uma posição bastante rígida com Beto Pereira, usa da lentidão para tratar o caso de Rigo.

“Estou tranqüilo, é preciso saber até que ponto o PSDB está interessado em se aprofundar nesse caso”.

Jornal Midiamax