Geral

Políticos tentam esconder Rigo, mas há poucos dias eram só elogios. Assistam aos vídeos!

O deputado Ary Rigo (PSDB) integra a chamada “santíssima trindade” da Assembleia Legislativa. Está há muito tempo na casa, sempre se articula com quem está no poder e alterna no poderio da Mesa Diretora. Agora, flagrado em vídeo contando como funcionaria um esquema de corrupção no Parque dos Poderes, o primeiro-secretário do parlamento sul-mato-grossense se […]

Arquivo Publicado em 27/09/2010, às 12h18

None

O deputado Ary Rigo (PSDB) integra a chamada “santíssima trindade” da Assembleia Legislativa. Está há muito tempo na casa, sempre se articula com quem está no poder e alterna no poderio da Mesa Diretora. Agora, flagrado em vídeo contando como funcionaria um esquema de corrupção no Parque dos Poderes, o primeiro-secretário do parlamento sul-mato-grossense se tornou íncômodo na campanha dos aliados.


Rigo tenta a reeleição pela coligação “Amor, Trabalho e Fé”, do governador Puccinelli (PMDB). Antes considerado um “puxador de votos”, o deputado recebia até a véspera do escândalo afagos de todos na coligação peemedebista.


Abandonado bem no meio do “rolo” que ajudou a causar, já recebeu mais de 15 interpelações e foi atacado duramente até pelo chefe André, que tenta escapar jogando a culpa de toda lambança em Ary.


André, Moka e Giroto: “vote no Rigo”


No Youtube, rede social de compartilhamento de vídeos, são muitas as gravações de políticos que, até então nas graças de uma das campanhas mais caras para deputado estadual, se rasgavam em elogios para Rigo. Confira alguns que ainda estão disponíveis:



André Puccinelli, colocado no centro do escândalo de propinas no Parque dos Poderes após o deputado Ary Rigo dizer em vídeo que “devolvia” R$ 2 milhões por mês para o governador em dinheiro, tentou se esquivar jogando a culpa no primeiro-secretário da Assembleia Legislativa.


Após ter dito que a devolução citada pelo deputado seria de sobras nos recursos repassados pelo governo para a Assembleia, em entrevista coletiva Puccinelli piorou a própria situação trocando de versão. Ele percebeu que não houve repasses como chegou a dizer para a Rede Globo de televisão.


Na mesma coletiva, disse que ia representar judicialmente contra Ary Rigo, que “teria de se explicar sobre as declarações”. Mas todo o desprezo não combina com o grau de envolvimento dos dois mostrado em vídeos da própria campanha eleitoral da coligação “Amor, Trabalho e Fé”.


O governador André Puccinelli é efusivo em vídeo da capanha disponível no Youtube para pedir voto para o deputado Ary Rigo. O candidato à reeleição destaca a “competência e lealdade” de Rigo e sua importância para a Assembleia e para o Mato Grosso do Sul.


Presente à solenidade gravada, o prefeito afastado de Dourados, Ari Artuzi, aparece no vídeo logo atrás de Puccinelli e Rigo.






Fonte: Youtube (www.youtube.com/watch?v=Z8k2rfspEF8)

Jornal Midiamax