Geral

PMA de Coxim aplica multa de R$ 405 mil após incêndio

A Polícia Militar Ambiental de Coxim autuou ontem (23) em R$ 405 mil o proprietário de um pesqueiro localizado na colônia Taquari, às margens do Rio Taquari. A ação ocorreu após a denúncia de um incêndio ocorrido na quarta-feira (22), que atingiu cinco propriedades rurais. De acordo com a PMA, o incêndio teria começado em […]

Arquivo Publicado em 25/09/2010, às 00h45

None

A Polícia Militar Ambiental de Coxim autuou ontem (23) em R$ 405 mil o proprietário de um pesqueiro localizado na colônia Taquari, às margens do Rio Taquari. A ação ocorreu após a denúncia de um incêndio ocorrido na quarta-feira (22), que atingiu cinco propriedades rurais. De acordo com a PMA, o incêndio teria começado em um local próximo ao pesqueiro 14 Amigos.

Moradores vizinhos da área atingida pelo incêndio informaram que as chamas começaram após algumas pessoas que estavam alojadas no pesqueiro 14 Amigos terem soltado fogos de artifício. Com o tempo seco, as faíscas acabaram atingindo a vegetação, provocando um incêndio de grandes proporções, atingindo áreas do pesqueiro e de mais cindo propriedades.

De acordo com a PMA, foram atingidos pelo incêndio 25 hectares de área de preservação permanente, 40 hectares de Reserva Legal das propriedades e 80 hectares de pastagens de todas as propriedades. O proprietário do pesqueiro negou a autoria do incêndio, mas assumiu a responsabilidade do fato.

O proprietário do pesqueiro foi autuado por crime ambiental, sendo a pena de dois a quatro anos de prisão. As queimadas estão proibidas desde o dia 12 de julho de 2010 e a proibição se estende até 30 de setembro de 2010, devido ao período da estiagem (seca), conforme prevê a Resolução Conjunta Semac-Ibama/MS Nº 01, de 6 de julho de 2010.

Jornal Midiamax