Geral

Pistoleiros executam brasileiro e paraguaio na fronteira

Um brasileiro e um paraguaio foram executados, na tarde desse domingo (24), por um pistoleiro que, segundo testemunhas, estava em uma motocicleta quando passou atirando. Uma das vítimas ainda tentou fugir a pé, porém, foi alcançada e assassinada. De acordo com o jornal ABC Color, o cenário do crime foi a “avenida internacional” que delimita […]

Arquivo Publicado em 25/10/2010, às 13h36

None

Um brasileiro e um paraguaio foram executados, na tarde desse domingo (24), por um pistoleiro que, segundo testemunhas, estava em uma motocicleta quando passou atirando. Uma das vítimas ainda tentou fugir a pé, porém, foi alcançada e assassinada.

De acordo com o jornal ABC Color, o cenário do crime foi a “avenida internacional” que delimita as cidades de Coronel Sapucaia (MS) e Capitán Bado (Paraguai). Paulo Sergio Alarcón, brasileiro, 27 anos, morreu no próprio local, enquanto que Edison Patrício Núñez, paraguaio, 27, ainda tentou.

Uma das hipóteses investigadas pela Polícia Nacional do Paraguai é de que trate-se de um acerto de contas, uma vez que pelo menos um deles, o paraguaio Núñez, tinha antecedentes policiais na cidade de Pedro Juan Caballero e era apontado como membro das máfias que atuam na região de fronteira seca.

Um dos assassinos, conforme informações divulgadas pela imprensa local, nesta segunda-feira (25), teria sido reconhecido por populares e identificado como Marco Ariel Sánchez Giménez, 21, indivíduo que, segundo o jornal La Nación, conta com ordem de captura emitida por um tribunal de Pedro Juan.

Jornal Midiamax